Cartas De Vendas: 12 Passos Milionários De Copywrting

Conheça a estratégia para elaborar cartas de vendas, conceitos que fizeram milionários, e ainda fazem até os dias de hoje.

Não se espante com o conteúdo, aqui você vai aprender a planejar e escrever cartas de vendas. Conheça 12 passos para escrever uma carta de venda, estratégia que fizeram milhões desde do séculos atrás. Agora, em suas mãos.

Somente com palavras, alguns copywriters famosos ganharam milhões de dólares, somente por 1 trabalho. E neste artigo, você vai conhecer conceitos que podem ajudar a criar sua carta de vendas milionária.

Mostraremos a você:

  • Como Fazer Carta De Vendas
  • Saiba Como Escrever Uma Carta De vendas
  • Estrutura De Uma Carta De Venda

Estratégia apresentando no livro de Paulo Maccedo. Considerado por muitos, o maior escritor sobre copywriting do Brasil.

O Que é Cartas De Vendas ?

Parece ser algo bem claro. Chamado de mala direta, uma carta de vendas é enviado para um potencial cliente.

  • Cartas
  • Panfletos
  • Cartões
  • Catálogos

Desde da criação da caixa de correios, recebimento dessas correspondências são bastante comuns. Vendedores e empresas usam como uma ação de marketing, uma carta escrita para a venda de produtos/serviço.

Dessa maneira, não precisamos mais de vendedores contratados batendo de porta em porta.

Bom, isso é passado. Pode ter algumas vantagens e desvantagens nisso, mas continua um meio muito importante para o marketing direto.

Mas como deve ter visto à cima, são vários modelos de carta de vendas.

A principio, desde do século XX, uma carta de vendas são uma forma de persuadir o leitor, na compra de um produto ou oferecendo serviços.

Como Usar Cartas De Vendas ?

Hoje, no entanto, apesar da internet, muito dos conceitos são os mesmo, assim como, se tratando do vendas no online.

  • E-mail
  • Mini sites
  • Páginas de sites
  • Em Blog

A carta de vendas pode está presente em muitos lugares na web, na publicidade online.

O mais importante de uma carta de vendas. É que ela, não necessariamente precisa ser uma carta. O seu dever é ”passar a mensagem”. Porém, não sair enviando cartas para todo mundo…

É enviar para as pessoas certas, ou seja, tem que ser as pessoas mais próxima possível do sua persona.

A sua mensagem deve responder as objeções, com isso, persuadir a toma-lo ações especificas. Como chamamos no marketing, uma chamada para ação, no final.

Só ai, depois de despertar desejos e mostrar benefícios, o potencial cliente pode si tornar um comprador.

São utilizados técnicas de copywriting na carta de vendas.

Copywriting: técnica que foi desenvolvido nos Estados Unidos, um profissional como esse tem a habilidade de escrever textos que persuasivos, tornando um leitor à tomar ações determinadas.

Como Fazer Carta De Vendas?

Existem algumas técnicas que você pode usar para escrever textos que vendem.

O livro de Paulo Maccedo: Copywriting a escrita americana.

Este Best-seller brasileiro é uns dos principais livros para quem quer aprender copywriting. Além disso, também é ensinado a escrita para Internet, como escrever para blogs…

Ele é perfeito para isso, apesar dos métodos serem de quase serem de 1 séculos atrás, publicidade e propagando nunca muda. Bastante conhecidos nos Estados Unidos, suas cartas de vendas fizeram milhões até nos dias de hoje.

No Brasil, está começando a caminhar. Muito por causa da criação de copy no marketing digital, saber escrever carta que vende é realmente uma habilidade muito desejada.

Gary Halber, o mais bem-sucedido como copywriter.

Apenas um único trabalho rendeu para Gary Halber 5 Milhões de dólares. Aliais, as técnicas podem ser utilizados até hoje.

Estrutura De Uma Carta De Venda

Vale lembrar que está estrutura é mencionada por Paulo Maccedo, mentor copywriters. O livro ainda contém informações valiosas, ter isso em mãos vai ajudar a criar verdadeiras cartas de vendas.

  1. Conheça O Seu Cliente
  2. O Seu Título É Tudo
  3. Motivos Para Continuar Lendo
  4. Desenvolva A Sua Autoridade
  5. Mostre Os Benefícios
  6. A Prova
  7. A Oferta
  8. O Gatilho Da Escassez
  9. Dê Garantia
  10. Chamado Para Ação
  11. O Aviso
  12. Dê Lembrete

Porém, a estrutura acima não é uma regra, ainda sim, você pode escolher segui-los em toda construção de uma carta de venda.

1° Conheça O Seu Cliente

Quando se trata de construção de conteúdo, muito importante definir um público alvo, isso é, levantar pesquisas para conhecer informações importantes do seu público como idade e local.

Ou seja, para elaborar uma carta de vendas, primeiro deve haver informações do publico. Com isso, o seu texto persuasivo será muito mais atrativo.

Nesse sentido, temos o que chamamos de persona. Muitas das vezes, cartas como essa, são direcionada somente para um publico.

Persona, uma definição mais completa, mais detalhada. Desta maneira, sabemos para quem nós estamos escrevendo. Nele, temos um personagem fictício representante do publico.

Bem como, as ideias, dores e suas necessidades como arma para a persuadir.

Conheça as objeções

É aqui que começamos a ter ideias para usar na construção de cartas de vendas.

Frequentemente, tais objeções impedem de continuar com a compra. Identificar cada umas, elimina-nos ao decorrer da carta, te ajudará no poder de decisão.

Quando se trata de marketing, existem muitas objeções a serem vencidas, ainda no digital.

  • Não tenho tempo;
  • Vou pensar a respeito;
  • Não preciso disso;
  • Posso fazer isso;
  • Estou com pressa;
  • Não tenho dinheiro;

Descobrir objeções pode ser fácil, basta fazer perguntas diretamente ao publico ou fazer entrevistas.

2° O Seu Título É Tudo

Tenha os holofotes!!

Antes de tudo, o seu título deve chamar atenção.

Dizem por aí, antes de criar uma boa Headline, primeiro você deve ter uma carta de vendas, o texto completo. Logo depois, você deve pensar em fazer o título.

Um título está presente em quase tudo. Anúncios, e-mails, em publicações nas redes sociais e artigos em blogs. Sem isso, é capaz de passar batido e ignorado, passando despercebido.

Confesso que, as vezes, antes de colocar um título, passo horas e horas para escrever um bom título.

Contudo, seu título deve ser irresistível. Possuindo muitas das vezes uma promessa, usar palavras que ativam a curiosidade e desperte interesse para quem o quer que veja.

Essas são algumas palavras poderosas para usar em títulos:

  • Como
  • Porque
  • Rápido
  • Fácil
  • Resultados
  • Garantidos
  • Comprovado
  • Passo a passo
  • Segredo
  • Seguro

3° Motivos Para Continuar Lendo

Agora, que você tem a atenção do leitor, vamos trabalhar na do porque continuar lendo, fazer com que o leitor fique até o final da carta, sendo assim, fazer uma oferta do produto.

Estrutura de uma carta de venda, desenvolver o interesse do publico, dando à ele uma historia, argumentos ou como as dores.

Assim como, páginas de vendas e mini sites é feito como esclarecimento, método favorito para vender na internet. Na web, estão cheios de páginas de vendas em formato de Feedback.

Para escritor Paulo Maccedo, como já me referi, responsáveis por escrever uns dos maiores livros de copywriting brasileiro. Esta etapa é onde agitamos o problema.

Então, mostramos o sofrimento, um problema e que deve ser solucionado.

Quebrar padrões, obter atenção com histórias, fazer perguntas, hesitar em mostrar o conteúdo são técnicas para que o leitor continue consumindo o conteúdo.

Conteúdos polêmicos e de confronto, também são bastante usados por blogueiros para conseguirem mais visitas.

Veja o exemplo:

Jovem sortudo,

Está é uma mensagem importante…

Se você quer ganhar dinheiro na internet, saiba que temos a solução para você. Vou contar como conseguir ter um blog de sucesso em tão pouco tempo. hoje, consigo faturar quase 3 mil todo os meses, sem mover um dedo…

Contar Histórias

Tem alguma história para contar? Saiba que, as pessoas adoram ouvir histórias. Da mesma forma, que temos uma persona para definir um publico. Storytelling conte histórias que envolvem e se conecte.

Quanto mais uma história for criativa e autentica é capaz de se conectar com o publico.

Compartilhar emoções e transmitir conceitos, ou seja, poderia também se livrar de informações em excesso.

Do mesmo modo, no marketing digital, blogueiros criaram bastante histórias comovente, com fim de engajar o leitor. Fugindo de coisas genéricas, transformando em conteúdos técnicos, ”chato”, em verdadeiros conteúdos que envolvam.

4° Desenvolva A Sua Autoridade

Aqui é onde desenvolvemos autoridade na carta de vendas.

Se você quiser ser bem sucedido vendendo produtos, ao desenrolar a carta de vendas, devemos mostrar autoridade, você conhece o assunto mais do que ninguém.

A parte do texto em que eliminamos algum objeção, ”bom, isso funciona mesmo?”. Geralmente, quando buscamos informações, buscamos uma autoridade para responde-las.

E como podemos mostrar autoridade?

Uma forma de mostrar a sua autoridade é mostrar o seu currículo, seu estudo, conquistas, experiências e sua trajetória profissional.

Entretanto, o ideal é você construir uma história, como você teve superação e obteve resultados dando a volta por cima.

Não tenho nenhuma conquista para mostrar, o que devo fazer?

Se você vende produtos de afiliado, antes de tudo, para começar uma campanha. Você deve se perguntar o produto que você vende é bom?

  • Imagem com resultados
  • Estudos de casos
  • Conquistas

Isto é, o que costuma funcionar bem na internet é mostrar quantidade de pessoas que compraram o produto, realizações entre outros. São formas para mostrar autoridade, sem ser uma.

5° Mostre Os Benefícios

Nesta etapa, falaremos do produto. O importante aqui é não vender, fazer a oferta, por enquanto. Nós vamos apenas apresentar o produto, mostrar benefícios.

Para que façamos uma oferta na carta de vendas, primeiro precisamos apresentar quais os benefícios e vantagens de comprar o produto. Uma forma de fazer com que os leitores tenham interesse, queiram conhecer mais do produto oferecido.

Porém, você não vai conseguir extrair o melhor do produto ou serviço se não estuda-lo.

Dessa maneira, copywriters conseguem informações relevantes para apresentar nas cartas de vendas, somente assim, aprendemos mais do produto ou serviço que estamos ofertando. Oferecer um diferencial do resto do mercado.

Contudo, não fazermos ou fizermos milagres, se o produto for ruim não é possível atrair o melhor dele. Nunca minta ou invente soluções milagrosas.

No entanto, se você conhece as maiores cartas de vendas do mundo, você deve saber que nem tudo é ruim. Assim como a Volkswagen, tinha feito o carro mais feio do mundo, pequeno, feio e pouco confortável. O fusca.

Quanto um talentoso copywriter foi contratado. William Bill Bernbach, fez uma carta de vendas de maior sucesso da história da publicidade e propaganda. Ele apenas… focou no diferencial.

É certo que, no marketing digital à diversos vendedores que vendem produtos ruins. Não vendemos qualquer coisa para ganhar dinheiro, portanto, devemos valorizar à ética. Aliais, não queremos prejudicar ninguém.

Bom, mas isso, somente depende de você. Escolher ganhar dinheiro dessa forma ou não.

6° A Prova

Antes da oferta, daremos a prova social.

Nesta etapa da carta de vendas, mostramos ao publico que as pessoas que compraram anteriormente tem um feedback do produto. Depoimentos, comentários, experiências e que demostram satisfação do produto ou serviço.

Sem segredo algum, o conceito é simples. Já percebeu que quando estamos interessados à comprar algo, buscamos e fazemos pesquisas, muitas das vezes na Internet, informações de quem já comprou.

Sob o mesmo ponto de vista, quando procuramos um restaurante, entramos em locais com mais pessoas do que aqueles que possuem poucas ou nenhuma?

Como humanos, somos seres sociais, e por isso nossas decisões podem tornar mais fáceis quando temos opiniões de outras pessoas. Além disso, quando mostramos a satisfação de outras pessoas, o poder da persuasão torna ainda mais poderoso.

  • Prints
  • Áudios
  • Vídeos
  • Depoimento em forma de texto

Usar sabiamente, a sua carta de vendas pode si tornar aprova de falhas. A prova social é uma arma poderosa, vai aumentar muita a suas vendas.

7° A Oferta

Finalmente, é hora de fazer uma oferta.

Depois da construção do relacionamento, autoridade, benefícios e mostrar as provas

Antes que você pense que etapa da oferta é algo simples e direto, é melhor planejar antes. Para fazer uma carta de vendas bem sucedida, não construímos uma oferta tão simples.

Você pode listar na oferta algumas coisas que já foram ditas na carta de vendas, tornando ainda mais irrecusável. Com fim de destacar a oferta, mostramos dos benefícios e suas características do resto do mercado.

Eventualmente, o potencial cliente vai percebendo que ao adquirir o produto ou serviço, somente tende a ganhar.

Depois disso, logo após a oferta, ainda temos que trabalhar na carta de vendas para eliminar algumas das maiores objeções, e usar gatilhos que aumentam as chances da venda.

8° O Gatilho Da Escassez

Outra vez, dessa vez o gatilho mental da escassez é bastante usado no marketing digital. Todo profissional sabe, dificilmente vai conseguir vender na primeira vez, quando o cliente ver pela primeira vez.

Não queremos ”perder algo” ou ”ficar de fora”, o sentimento de não conseguimos ou perde a grande oportunidade… Ou então, Você acaba de conhecer um produto na Internet, mas resolver deixar para depois.

Este gatilho serve para contorna isso, impedindo que deixem para depois e tomem a decisão mais rápido, ”antes que acabe”

Em outras palavras, todos nós estamos vulneráveis à isso. Portanto, não se esqueça de explorar esse gatilho.

Os métodos mais utilizados é colocar um time, tempo em que a oferta acaba. Também, uma outro jeito é colocar certo limite de produto no estoque para a venda.

9° Dê Garantia

Apesar da Internet ser um local ótimo para comprar coisas, muitas pessoas tem medo de comprarem online, muitos já tiveram experiências ruins na Internet, até mesmo enganadas.

E no mundo real não é diferente. Por isso, muitas empresas desenvolvem métodos para dar mais confiança para os clientes como amostras grátis ou sistemas de devolução.

Para eliminar a desconfiança e assegurar o produto ou serviço, adicionamos uma garantia para mostrar compromisso na promessa. Trabalhar na garantia, deixam as pessoas mais seguras a comprarem de você.

Frases como:

  • Garantia de ”____” dias
  • ”_______” ou seu dinheiro de volta
  • Termine a assinatura quando quiser

Outra arma da persuasão, pode até dobrar o número de vendas.

10° Chamado Para Ação

CTA, é o que chamamos de call-to-action no marketing digital, também muito essencial nas cartas de vendas. São palavras ou frases persuasivas, usadas para fazer com que o leitor tome uma ação.

A Chamada para ação, geralmente é feito com botão contendo um link para a compra. Levando a pessoa para o Checkout, também leva-lo a fazer uma ligação, fornecer e-mail, fazer orçamento, etc.

Da mesma forma, o CTA estão presente nas redes sociais, os criadores de conteúdo usam a chamada para ação para adquirir curtidas e compartilhamentos.

De acordo com alguns profissionais da área, precisamos criar chamadas poderosas. Utilizamos gatilhos mentais em nossas frases, com fim de deixa-los ”atraentes”.

Gatilhos como o da reciprocidade, urgência, exclusividade ou antecipação. Veja alguns exemplos:

  • ”Ligue agora e garanta a peça”
  • ”Garanta a sua vaga agora mesmo”
  • ”Compre agora e garanta desconto nos 10 primeiros…”

Para as redes socias:

  • ”Salve para ler depois”
  • ”Demorei 1 hora em pesquisas e na edição, leva 1 segundo para curtir”
  • ”Te ajudei? Deixe a sua curtida!”

Veja esse outro artigo: Como Ter Um Instagram De Sucesso

11° O Aviso

Antes de acabar a carta, avise que pode estar perdendo uma grande oportunidade.

Mais um diferencial, destaque para o seu cliente o que ele vai perder, se ele não escolher adquirir produto ou serviço. Ele não terá outra chance…

12° O Lembrete

Por fim, o lembrete…

Ultima etapa das cartas de vendas, aqui, você pode acrescentar o que quiser. Inclusive, você pode colocar uma aba de comentários, o que é comum em blogs. Obter perguntas e responde-las diretamente, isso pode solucionar as dúvidas que forem surgindo.

Ou, fortalecer ainda mais os benefícios, garantia, escassez, o que for. Isto está livre para a sua escolha. Particularmente, não costumo encher de informações, utilizo apenas 2 à 3 linha.

Conclusão

Conceitos para criar a sua cartas de vendas. Apresentado no livro de Paulo Maccedo, Copywriting. Então, se quiser aprender mais sobre copywriters, compre o livro, prometo que não vai se arrepender.

Contudo, quando mais você escreve e estuda sobre outras cartas de vendas milionárias, as sua habilidade irão começar melhorar dia após dia.

Textos Que Vendem: O Segredo Da Copy Que Vende

Conheça os segredo de copywriting. Como escrever textos que vendem, os métodos simples para você aplicar e persuadir qualquer pessoa. Click aqui e confira!

Os 7 conceitos de copywriting, segredos dos textos que vendem de verdade, saiba escrever e persuadir, como criar copys que vendem!

  1. Criar copys em títulos que atraem
  2. Textos que vendem, conhecendo o público alvo
  3. Como escrever textos que vendem em blogs
  4. Demostre autoridade em seu textos
  5. Repita a palavra-chave em seu texto
  6. Textos que mostre os benefícios
  7. Não enrole em seus textos

Textos Que Vendem

O Método em que todos precisam aprender no marketing digital.

Esses textos são usados desde do século passado, está presente em todo artigo desde do título, subtítulo, até a ultima palavra final.

Precisamente em marketing de conteúdos, onde a criação de textos são constantes. Bem como, artigos de blogs, cartas de vendas, e-mail marketing, entre outros. Acredita-se, que a mesma tipo de técnica estão presentes em filmes, para nós apegar aos protagonistas da história.

Para aumentar as suas vendas, você precisa aprender escrever copys no marketing digital, textos persuasivos para convencer.

Na criação de um texto, toda criação tem um objetivo, atrair clientes e mais vendas. Seus textos deve despertar o desejo da compra, e nele é usado certas técnicas de Copywriters.

Aproveite também, veja este outro artigo – O Que é Copy No Marketing Digital, a formula perfeita.

Como Criar Textos Que Vendem?

Se você deseja que uma pessoa que visita o seu blog, por exemplo, você deve fornecer as primeiras boas impressões.

Nas primeiras linhas de um texto, deve manter as informações que o público busca, para que ele continue lendo. Não contendo as repostas que ele procura, logo , não é interessante para ele. Indo direto para o próximo nos resultados de busca.

Justamente com os mecanismos de buscas como o Google, o tempo de permanência e algo de extrema importância. Portanto, o tempo em que um visitante permanece em seu blog, pode afetar o seu ranqueamento. Pois, o tempo diz se o seu blog se é relevante ou não…

Além disso, para que o seu blog esteja nos buscadores, deve aplicar técnicas de SEO. Um meio para aparecer nas primeiras página de pesquisas, colocando o seu blog em primeiro lugar no ranque.

Agora, para escrever textos que vendem, como já dito, é necessário despertar o desejo da compra. Porém, não é algo fácil, você deve conhecer o seu cliente, deve apresentar um problema e que tem uma solução.

Os maiores exemplos de textos que vendem possuíam essas 3 etapas.

  1. No começo do texto, deve mostrar que tem a resposta a solução, o importante aqui é não da resposta já nas primeiras linhas. Aproveite para dar continuação ao seu artigo, é fazer com que o cliente fique até o fim.
  2. No meio do texto, é onde mostra a possível solução, não enrole, se perceberem sairão no mesmo instante.
  3. No final do texto, com a solução apresentada você está pronto para fazer uma oferta.

Contudo, dependendo da tamanho do texto,

Isso é apenas, uma pequena demonstração para construir um copy que vende. Então, continue lendo este artigo e veja as dicas para criar textos que vendem.

Como Criar Uma Copy Que Vende?

Antes de tudo, o que você deve fazer é conhecer mais sobre o marcado.

O seu produto deve conter algum diferencial, você precisar se diferenciar do resto do mercado. Estude como fazer isso, quais são as vantagens e benefícios dos demais…

Traga também, em seus textos tenha autoridade, é muito mais fácil comprar de alguém que já nós recordamos do que alguém que não conhecemos. Sem dizer qualquer nome, é possível demostrar autoridade sem precisar mencionar alguém, se conseguir passar a ideia que você é um especialista e que possui conhecimento técnico. Seja provável que, convence a compra-lo de você.

Então, de nada adianta criar textos para blogs e cartas de vendas, somente por fazer. Desta forma, não trará resultado algum, ficará frustrado atoa…

O copywriting requer um trabalho antes da criação, você precisa entender o seu cliente e o produto como ninguém. Sendo assim, as suas ”armas da persuasão”, podendo convencer à tomar certas ações…

  • As Armas da Persuasão: Como Influenciar e Não Se Deixar Influenciar. O livro do psicólogo Robert B. Cialdini, levou anos de sua vida para fazer pesquisas sobre a persuasão.

De comprar, assinar, se inscrever, etc. Mantendo um call-to-action no momento certo.

O Que É Um Copywriting?

Hoje, um copywriting ou para o português, redator publicitário. O tipo de trabalhando que está começando a em gatilhar no Brasil. Ele teve inicio, quase à 100 anos atrás nos Estados Unidos. Sempre escreveram cartas de vendas.

Grandes empresas de carros, roupas, joias, bebidas o que for. Ajudaram a ganhar milhões, apenas com suas palavras,

Tempos de agora, na Internet trabalham com o marketing de conteúdo, escrevendo para artigos para blogs ou para anúncios. São contratados por suas habilidades de construir textos que vendem.

Copywriting leva bastante tempo para aprender, cursos, faculdades, treinamentos, esqueça isso…

Para ser criar textos que vendem de verdade, primeiro você precisar ler muito, aprender bastante. Leia os livros escritos por maiores redatores publicitários do mundo. E daí por diante, nunca pare de estudar, quanto maior o seu conhecimento e tempo de trabalho, melhor a sua profissão.

Conheça abaixo, algumas das dicas para textos que vendem de verdade.

Este artigo esta fazendo um tremendo sucesso, 17 Dicas: Marketing Digital Como Trabalhar.

Textos Que Vendem: Como Criar Uma PERSONA ?

Dê antemão, antes de nos falarmos de como criar textos que vendem.

E para isto, temos algo que copywriting chamam de persona. Não criamos textos para vender à qualquer um que leia, nós vendemos para Pedro, João e Natalia. Uma construção de Persona, tem como produzir conteúdos com foco em resultados.

Definimos uma persona, um personagem fictício que é a representação do público.

Em outras palavras, temos que saber a idade, sexo, as suas ocupação, seus interesses e hobbies.

Esta persona, tem ideias, dores e necessidades…

Quanto mais entendermos o público-alvo, melhor os nosso poder da persuasão. Os títulos, subtítulos, artigos, cartas de vendas. O cliente é facilmente atraído ou influenciado.

Textos Que Vendem: Como Criar A Jornada Do Cliente ?

Aborde a estratégia da jornada do cliente, em seu marketing de conteúdo.

Conforme na sua criação do texto que vende, você precisar alinhar ações de relacionamento. Etapas, onde o cliente passa antes dele torna um potencial comprador.

Essas etapas podem apresentar três estágios:

  1. Conhecimento
  2. Consideração
  3. Decisão

Estas mesmas etapas são conhecido da sigla em Inglês como buyer’s journey, que apresentam os tais estágios.

Isto são apenas o mais usado, você pode construir a sua própria jornada do cliente. Justamente com isso, o objetivo é o mapeamento de onde o leitor está. Ou seja, o cliente passará por uma transição do conhecimento do problema, e deverá tomar uma decisão contra isso.

Textos Que Vendem: Conte Uma História

Conhecido pelos copywriting como Storytelling.

É contar uma história, que nos conecte com o leitor. Sejamos humanos, é contar algo interessante para que possa engajar com o leitor. O objetivo, despertar nele certas emoções, memórias, empatia…

No entanto, história é bem mais fácil e divertido do que um artigo mais técnico. Facilita uma comunicação, construção de narrativas por palavras, imagens ou em áudio. Você conta historia para gerar uma narrativa, dando continuidade a leitura.

Possibilitando com que o leitor fique até o final.

7 Dicas: Como Escrever Textos Que Vendem

1. Títulos Que Atraem

Sempre pense em criar títulos atrativos.

Um bom título pode dar boas impressões, seja ele, por atração de interesse ou pela curiosidade. As técnicas de copywriting, como a criação de headline são muitas vezes especificas, curiosas, controvesas, provocações ou, até mesmos, uma simples perguntas em um título pode ter atenções.

Além disso, definir títulos em SEO, uma parte essencial para o ranquear a sua página no Google.

2- Conheça seu público-alvo

De acordo com, antes de escrever um texto, saiba para quem está escrevendo. Defina o público-alvo, de tanto importa a sua estratégia, se o seu texto for para público A e apresentar para o público B.

Do mesmo modo, fazer textos sem definir uma estratégia, é tentar agradar todo mundo. Se fizer isso, vai acabar por não agradar ninguém. E por causa disso, muito blogueiros não conseguem tanta audiência. A comunicação deve direcionar a aqueles que interessa pelo o assunto.

Nesse sentido, campanhas de marketing digital são mais efetivas.

3. Escrita Para Blogs

Se você escreve para blog, ou possui um de seu próprio, sendo um copywriter ou não, é de seu interesse saber escrever para Internet. E assim, criar textos que vendem.

São técnicas simples, qualquer um pode começar aplicar do mesmo estante que iniciar um texto.

A escrita para blogs, é escrever frases curtas, aproximadamente 5 palavras, palavras com fácil leitura, com parágrafos curtos. Sem nenhum interrupção, palavras difíceis ou imagens que podem redirecionar a sua atenção.

Manter vários títulos, subtítulos e tópicos. E também, mostrar estáticas, imagens certas, são um elemento que podem agregar valor em seu texto. Coloque, estilos como o negrito, itálico e usar citações.

Com o método, mesmo um texto com 10 mil palavras, ficaria fácil de ler, sem cansaço algum.

4. Não Seja Um Vendedor

Sendo técnico demais pode deixar o seu texto chato. Claro que, um assunto como medicine ou na mecânica, impossível não ser tão técnico.

Também não seja como um vendedor carros, ainda mais chato, a moça do telemarketing.

A dica de copywriting é, escreva para o seu melhor amigo. Aproxime do leitor, o texto que vendem é feito como se tivesse dando conselho para um amigo. No que aliais, é muito mais fácil você comprar alguém que você se recorda.

5. Repetir É Bom

Está é uma dica em que poucos falarão, o ato de repetir uma palavra.

Você repetir as palavra-chave algumas vezes no texto, fazendo isso, o conceito pode se tornar verdade. Além disso, repetir a palavra-chave e outra estratégia essencial para o SEO. Na medida certa, valoriza o conteúdo.

Por outro lado, repetir diversas vezes sem necessidade, pode desagradar o leitor. Por isso, deve ser feito com moderação.

6. Mostre Os Benefícios

O textos que vendem mostram benefícios.

E de novo, os textos que vendem possuir a cura para o todo o mal. Os copywriters, tem o conceito de demostrar a soluções, resolver problemas, despertar desejos.

Portanto, entender o produto e o cliente é eficaz neste método. Coloque o produto como a possível cura, explore as dores do seu cliente.

7. Direto Ao Assunto

Muita coisa da Internet é só enrolação.

O marketing de conteúdo, tem que ser interessante, agradável e sem enrolação. Se conseguir isso, com certeza, as pessoas irão falar de você, e talvez conseguir compartilhamento. Portanto, sempre tenha o objetivo em mente.

Não cometa este erro, fazer conteúdos pensando em agradar o motores de buscas. As pessoas que estão começando esquecem, que a sua criação é direcionado para o público, não para o robô do Google. Acaba que não agrada os visitantes, então, muitas das vezes você acaba com sua relevância do mesmo jeito.

Também, a construção de textos grandes, demostra aos google que você possui algo relevante, tem algo para mostrar. De continuidade, mostre que para entender aquilo é necessário saber disso. Desta forma, vai aumentando o seu texto com mais conteúdos.

Gatilhos Mentais Para Despertar o Desejo Da Compra

Diferente de uma copy, gatilhos mentais servem para ativar uma reação do celebro.

Gatilho mental, faz parte da evolução humana. Se tivesse que explicar tudo, daria para fazer um livro com todos os gatilhos para colocar em prova. Então, veja explicado pela Univerdade Caxias Do Sul: Gatilhos Mentais: O Que são, Como Usar, Exemplos e Dicas.

Então, vamos falar dos principais gatilhos para aumentar as chances de gerar vendas.

Prova Social

A prova social é poderosa. Qualquer pessoa hoje, antes de fazer uma compra, faz muitas pesquisas pela Internet. Encontra-se a prova social suficientes para efetuar a compra.

Opiniões positivas ou negativas, podem ser o diferencial para mudar a sua decisão.

Imagine dois restaurantes, em um local possui várias pessoas, em outro o lugar está quase vazio. Eventualmente, você escolherá o que possui mais pessoas. Logo, se é bom para elas é bom para você.

É uma forma de seu celebro dizer à você que aquele local e bom. justamente, pela a quantidade de pessoas que aceitam o restaurante.

Escassez

Todo profissional de marketing digital, sabe que, é raro alguém compra logo na primeira vista. Pensando nisso, são criado uma comunicação de ”compra agora” , se escolher comprar depois ”não estará disponível até o próximo verão”…

Numa comunicação, torne o produto escasso. O jeito mais comum de gerar escassez e você colocar um tempo ou um limite máximo do produto.

Conclusão: Textos Que Vendem

Então, podemos dizer que, no mundo do marketing digital, é de extrema importância você aprender a construir copys que vendem. Saber escrever bem, isso não é tão relevante para o texto que converte.

  • Como criar textos que vendem
  • Como escrever textos que vendem
  • O segredo dos textos que vendem
  • A arte de escrever textos que vendem